sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Sobre o Dever

"Na porta" em 14.dez.08. 

"Eu bato o portão sem fazer alarde
Eu levo a carteira de identidade
Uma saideira, muita saudade
E a leve impressão de que já vou tarde".

(Trecho de "Trocando em miúdos", de Chico Buarque e Francis Hime)

2 comentários:

oblocodenotas disse...

Bem lembrado! Schön!

Isabela Dantas disse...

Antes tarde do que nunca!